23.12.09

Uma rua, um casal e eu.


O meu sorriso se desfez em uma fração de segundo, todos os nossos filmes se passaram em minha mente, do primeiro encontro até aquele momento. Depois daquela única fração de segundo, o vazio do meu peito pareceu ficar maior, o mundo ficou cinza e outra vez me vejo naquele mesmo lugar, aonde é impossível... sentir, e uma voz conhecida vinda de um lugar desconhecido diz: Seja bem-vindo outra vez.

2 Comentários:

Junhu disse...

Textos sempre assim: impactantes. Adoro um paradoxo com palavras também :P
O Senhor está sumido, Pedro. Quer me matar de ansiedade para ler seus textos? HUASUAHSUHAUSH
Tá tudo bem com você? =)
Espero que esteja!

Não se esqueça de continuar a escrever sempre no blog. Não vale guardar os melhores textos só para você!

abraço =P

Gabi ~ disse...

Como sempre escrevendo maravilhosamente bem, né?
Saudades de voce, de verdade mesmo!
Beijos